Feeds:
Posts
Comentários

Archive for the ‘Curiosidades’ Category

Por Jim Mathis

Ouvi dizer certa vez que a gente deveria encontrar algo que amasse fazer e à qual se dedicaria com ou sem pagamento e, só depois, procurar quem lhe remunerasse por tal tarefa. Muitos atletas, músicos, comediantes, escritores, fotógrafos, guardas florestais, instrutores de esqui, guias turísticos e motoristas profissionais, com certeza admitiriam que este teria sido o seu melhor projecto. Outros concordariam que amar o que fazem foi um dos maiores motivos para a escolha de suas profissões.

Tive três carreiras distintas e cada uma delas foi o resultado de um “hobby” ou de uma vocação, que acabou tornando-se em profissão. Comecei como músico profissional e me admirava pelo facto das pessoas pagarem para eu me divertir. A seguir veio a fotografia, quando o meu desejo de financiar um “hobby” se transformou numa carreira de 25 anos. Finalmente, o meu amor a Deus e ao próximo tornou-se uma actividade vocacional, junto a profissionais e homens de negócios. Se eu vier a ter mais uma ou outra vocação, antes que os meus dias de trabalho findem, estou certo que terão ligação com algo que eu ame, caso contrário, não conseguiria desempenhar a tarefa por muito tempo.

Lições da vida de um Rei

O rei Salomão, cuja vida é contada na Bíblia, foi considerado o homem mais sábio que já viveu. Foi também um dos mais ricos de toda a história. No fim de sua vida, escreveu sua história contando o que havia aprendido. Falando francamente de seus sucessos e fracassos, encorajou seus leitores a aprenderem com o seu exemplo. Sua história é chamada de “Eclesiastes”, e no capítulo 3, versos 12-13, ele escreve:  (mais…)

Read Full Post »

No mundo moderno, a felicidade tem sido medida através da aquisição de uma série de bens, serviços e títulos como: carro, celular, computador, roupas, plano de saúde, seguro, diplomas… para isso precisamos obter renda, acumular capital.

A lógica do capital, impulsiona os agentes econômicos (me incluo!) a dedicar a maior parte do tempo as questões relacionadas a trabalho, estudos, alimentação e consumo. Esta busca, reflete em escolhas (trade-offs) não muito racionais. A exemplo: diminuir a quantidade de horas de sono para atingir as metas da vida moderna.

O custo de oportunidade destes trade-offs, muitas vezes, estão entre reduzir o tempo de vida útil ou a qualidade de vida, envolvimento familiar e com amigos, para ter o benefício da eficiência produtiva.

Felizmente há alternativas de baixo custo, que nos fazem refletir sobre a verdadeira essência da vida. E com certeza, esta essência não está edificada nas finanças. Mas, sim, nas palavras sábias que não podem ser adquirdas por meio de moeda.

Acesse aqui:http://www.lagoinha.com/engine.php?pag=ebooks&cat=374&sec=68

Read Full Post »

A ilustração, a seguir, nos proporciona algumas reflexões.

Se a tendência permanecer, qual será a nossa atitude nos próximos 40 anos?

Read Full Post »

Um senhor de 70 anos viajava de trem, tendo a seu lado um jovem universitário que lia um livro de ciências. O senhor, por sua vez, lia um livro de capa preta.

Foi quando o jovem percebeu que se tratava da Bíblia e estava aberta no livro de Marcos… Sem muita cerimônia o jovem interrompeu a leitura do velho e perguntou:

– O senhor ainda acredita neste livro cheio de fábulas e crendices ?

– Sim, mas não é um livro de crendices. É a Palavra de Deus. Estou errado ?

– Mas é claro que está ! Creio que o senhor deveria estudar a História Universal.

Veria que a Revolução Francesa, ocorrida há mais de 100 anos, mostrou a miopia da religião. Somente pessoas sem cultura ainda crêem que Deus tenha criado o mundo em seis dias. O senhor deveria conhecer um pouco mais sobre o que os nossos cientistas pensam e dizem sobre tudo isso.

– É mesmo ? E o que pensam e dizem os nossos cientistas sobre a Bíblia ?

– Bem, respondeu o universitário, como vou descer na próxima estação, falta-me tempo agora, mas me deixe o seu cartão, que eu lhe enviarei o material pelo correio com a máxima urgência.

O velho então, cuidadosamente, abriu o bolso interno do paletó e deu o seu cartão ao universitário.

Quando o jovem leu o que estava escrito, saiu cabisbaixo sentindo-se pior que uma “ameba bêbada”… No cartão estava escrito:

Professor Doutor Louis Pasteur Diretor Geral do Instituto de Pesquisas Científicas – Universidade Nacional da França – Cartão de visitas.

 

– Fato verdadeiro ocorrido em 1892 e integrante da biografia de Pasteur.

‘Um pouco de ciência nos afasta de Deus… Muito, nos aproxima.’

– Louis Pasteur.

Read Full Post »

tkMuitas pessoas ficam reclamando da vida, desesperadas, dizendo que são precárias, que não têm valor, que são ignorantes, que não entendem nada. Isto é consequencia da falta de educação.

Não estou falando da educação sistemática, profissional, mas de uma qualidade de educação mais normal, vital, que funciona vinte e quatro horas por dia. A maioria dos líderes que deixou uma realização histórica mais importante não estudou nada.

A pessoa mais valiosa pouco estudou nas escolas do sistema. Por exemplo: Jesus Cristo obteve formatura em algum curso? Davi estudou alguma coisa?

…Então, o estudo não está relacionado apenas com o interesse profissional, externo. A supervalorização da educação formal, independente, é um erro grave. A educação interna, a auto-educação é principal.

Não existe educação sem auto-educação, sem a educação de si próprio. A qualidade da educação que nós precisamos encontrar está baseada no diálogo, nos relacionamentos, na experiência. Ela é efetiva, prática e fácil. A auto-educação não possui mensalidade.

A auto-educação, é viver, é sonhar, é dialogar, é se relacionar. Ela (auto-educação) é muito econômica e ecológica. Assim, vamos experimentar o diálogo, o saber vem do sabor das experiências.

(Este post está fundamentado no livro => ESTRATÉGIA: nuca acabarão a doença, a miséria e a guerra. Do autor: Tomio Kikuchi).

Read Full Post »

Você gostaria de ver se o lado direito do seu cérebro está funcionando corretamente?

Então faça esse teste e descubra agora mesmo.

Abaixo você vê uma imagem. Nela tem uma face de um homem escondida entre as sementes.  Agora pegue um cronômetro e veja quanto tempo você demora para achar o homem.

cerebro1

Veja o resultado. Se você achou o homem em: (mais…)

Read Full Post »

“A mentira é muita vez tão involuntária como a transpiração”, constata Bentinho, em Dom Casmurro, ao surpreender a si próprio escondendo da mãe o amor por Capitu. Como de costume, Machado de Assis retrata uma verdade: mentimos o tempo todo, até sem perceber. (mais…)

Read Full Post »

Older Posts »